FAB

Helicópteros mais modernos incorporam novas possibilidades de atuação na FAB

Em dezembro passado, a Força Aérea Brasileira recebeu o primeiro helicóptero da América Latina que pode ser reabastecido em pleno voo. Este é um dos motivos para comemorar o Dia da Aviação de Asas Rotativas, celebrado no dia 3 de fevereiro pela instituição. A capacidade, antes disponível apenas para aviões caça no Brasil, vai ampliar o raio de ação de diversas missões, entre elas, as de resgate. Atualmente, oito unidades da FAB operam helicópteros e são responsáveis por atuar em missões de operações especiais, de ajuda humanitária, de busca e salvamento a embarcações e aeronaves acidentadas, de ataque, supressão de defesa aérea inimiga, apoio aéreo aproximado e, também, na defesa de áreas estratégicas de todo o país. A chegada da versão operacional do H-36 Caracal é um exemplo do processo de modernização pelo qual passa as unidades aéreas que empregam helicópteros. Na última década, foram incorporados os H-60L Black Hawk, em Manaus/AM e Santa Maria/RS; o AH-2 Sabre, em Porto Velho/RO; e o H-36 Caracal, em Belém/PA e no Rio de Janeiro/RJ. Este ano o Esquadrão Pelicano sediado em Campo Grande/MS, se prepara para o início das operações com o H-36. Foto: CECOMSAER