FAB desenvolve cenário visual do aeródromo de Surucucu/RR

Objetivo é treinar pilotos para que seja retomada a operacionalidade no local

Com o objetivo de retomar a operacionalidade no aeródromo de Surucucu, o Centro de Computação da Aeronáutica de São José dos Campos (CCA-SJ) desenvolveu o cenário visual da localidade e o implementou no simulador do avião C-105, permitindo que os pilotos possam treinar a missão antecipadamente e obter a experiência necessária para realizar os pousos na localidade. Os pilotos do Esquadrão Arara tiveram a oportunidade de tornar-se pioneiros em pousar e decolar na pista de Surucucu, podendo assim ambientar-se ao cenário e treinar os procedimentos de voo em condições adversas. O aeródromo de Surucucu está localizado no município de Alto Alegre/RR, no interior da Terra Indígena Yanomami, em uma região montanhosa, a cerca de 1.000m de altitude. Foi criado no início da década de 80 sendo referência para as operações do 4º Pelotão Especial de Fronteira do Exército Brasileiro, para a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) e para a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), entidades federais sediadas na região. A diferença de altura de 43m entre as cabeceiras, os fortes ventos de cauda e a existência de montanhas ao redor, tornam o aeródromo especialmente peculiar, configurando alto grau de risco para pousos e decolagens, até mesmo para pilotos experientes. Devido a isso, desde abril de 2017, o Comando de Preparo (COMPREP), resolveu suspender as operações no local visando priorizar a segurança operacional. Mais informações no portal www.fab.mil.br .Foto: CECOMSAER/Sgto. Suellen

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn