FAB deve receber os dois primeiros jatos KC-390 em 2018

Com capacidade multimissão avião será principal vetor de transporte militar do Brasil

A Força Aérea Brasileira deve receber em 2018 as duas primeiras unidades da aeronave KC-390. Considerado projeto estratégico da FAB, o maior avião militar produzido no Brasil promete ser o principal vetor da aviação de transporte militar no país. Com capacidade multimissão, o cargueiro e reabastecedor tem programado para este ano uma bateria de campanhas de ensaio. A próxima fase é a certificação. Estão sendo realizados voos para aferir a qualidade dos lançamentos de carga, do reabastecimento em voo, do pouso em pistas com efeito de ventos cruzados, dentre outros ensaios, como emissão de campos magnéticos intensos para verificar a robustez da aeronave quanto a esses efeitos. De acordo com a fabricante Embraer, os dois protótipos contabilizaram até março último mais de 900 horas de voo. No total, as duas aeronaves devem chegar a duas mil horas em campanhas de testes. O cronograma deste ano prevê avaliações em pistas sob efeito de ventos cruzados – previstos para serem realizados no sul do Chile -, operações em condições de gelo – previstas para serem realizadas nos Estados Unidos -, gelo artificial e certificação dos sistemas de combustível, aviônico e de pressurização. No segundo semestre deste ano deve ser realizada a campanha de testes avançados de reabastecimento em voo. A primeira fase, realizada em fevereiro deste ano, avaliou o contato em seco, ou seja, sem a transferência efetiva de combustível. Mais informações no portal www.fab.mil.br Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn