FAB incorpora os dois primeiros F-39 Gripen no dia da Aviação de Caça

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou dia 22 de abril, na Base Aérea de Santa Cruz (BASC), no Rio de Janeiro (RJ), a cerimônia militar alusiva ao Dia da Aviação de Caça. A solenidade marcou a imposição da medalha “Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura” e a incorporação das duas aeronaves F-39 Gripen, que chegaram recentemente ao Brasil, à FAB.
O evento contou com a presença do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, acompanhado pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, que foram recebidos pelo Comandante da Base Aérea de Santa Cruz, Coronel Aviador Alessandro Barbosa Arrais de Oliveira. Também participaram do evento o Ministro de Estado da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira e Oficiais-Generais do Alto-Comando da Aeronáutica.

Durante a cerimônia, os F-39 Gripen FAB 4101 e FAB 4102 receberam o batismo operacional, marcando a incorporação das aeronaves à Aviação de Caça brasileira. Os dois aviões multimissão de produção em série chegaram ao Brasil no dia 1º de abril. O ponto alto da celebração foi o anúncio feito pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior da aquisição de mais unidades do F-39 Gripen para a FAB.“Agradeço ao Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro pela autorização para que o contrato de aquisição das aeronaves F-39 Gripen seja alterado no sentido de serem acrescidas mais quatro aeronaves que nos possibilitará iniciar estudos para implantação desses vetores e mais uma base aérea. Em paralelo iniciamos estudos preliminares para aquisição de um segundo lote dessas aeronaves a fim de garantir que a desativação das aeronaves de Caça mais antigas não acarrete perda da capacidade de cumprirmos nossa missão de defesa da pátria”,discursou.

Para o Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Sergio Roberto de Almeida a incorporação dos F-39 Gripen marca o início de uma nova era para a Força Aérea Brasileira. “Desde a sua criação a Aviação de Caça brasileira esteve em um patamar muito elevado e em função de dificuldades a gente não conseguia mais manter o mesmo nível das outras forças aéreas. Com a incorporação dos Gripen na sua configuração de combate, isso nos coloca novamente no mesmo patamar das melhores forças aéreas do mundo voltando à modernidade”,destacou.

A solenidade contou ainda com voo de formação das aeronaves F-39 Gripen, F-5 Tiger e A-29 Super Tucano. Também foi realizada uma demonstração operacional pelos caças da FAB, que lançaram bombas no estande tático da base, além de visitação aos F-39 Gripen.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn