FAB

Com 32 anos de atividade, aeronave será substituída este ano pelo modelo Legacy 500

O Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV) iniciou a desativação gradual das atuais aeronaves Bandeirante para renovação da frota, que é destinada à inspeção em voo. Ainda neste ano, a Embraer começa o cronograma de entrega dos novos aviões-laboratório da Força Aérea Brasileira, os Legacy 500. Encarregada da tarefa de inspeção em voo e radiomonitoragem, a aeronave Bandeirante ficou 32 anos em operação e cumpriu mais de cinco mil horas de voo em diversas missões. Esse processo de desativação ocorre em paralelo à chegada do novo modelo equipado para a atividade de inspeção em voo, que projetará internacionalmente a indústria aeronáutica brasileira por ser a primeira no mundo a construir uma aeronave-laboratório. Mais informações n o portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER