Helicóptero de resgate voa pela primeira vez com combustível de aviação sustentável

Operado pela organização sem fins lucrativos alemã ADAC Luftrettung, o helicóptero de resgate Airbus H145 teve seus motores Arriel 2E reabastecidos cerimonialmente com biocombustível, um tipo de SAF, na estação de resgate aéreo da Clínica Harlaching de Munique na presença do conselho de diretores da Fundação ADAC , bem como os diretores executivos e a alta administração da ADAC Luftrettung, o fabricante de motores Safran Helicopter Engines, o fabricante de helicópteros Airbus Helicopters e a empresa de energia TotalEnergies. Juntas, essas empresas serão uma força motriz na descarbonização do voo de helicópteros, desenvolvendo alternativas aos combustíveis convencionais para aviação.

O combustível usado para o primeiro voo de helicóptero de resgate em Munique foi produzido pela TotalEnergies em suas instalações na França a partir de óleo de cozinha usado, sem usar nenhum óleo vegetal virgem. Com este SAF, a frota da ADAC Luftrettung poderia atingir uma redução de 33 por cento nas emissões de CO2, o que, com mais de 50.000 missões de resgate e mais de 3,3 milhões de quilômetros voados por ano, equivale a uma redução de cerca de 6.000 toneladas de CO2.

Foto: Divugação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn