Hermes 900 participa de treinamento em Campo Grande

Aeronave Remotamente Pilotada atua em missões de busca e salvamento em combate

A Aeronave Remotamente Pilotada Hermes 900 é a principal novidade do exercício CSAR 2014, que acontece na Base Aérea de Campo Grande. Essa é a primeira vez que a Força Aérea Brasileira utiliza o modelo para o treinamento de busca e salvamento em combate, missão conhecida pela sigla inglesa CSAR. O exercício consiste em resgatar um militar isolado em um ambiente hostil, onde caças e helicópteros, ou até tropas em solo, tentam impedir o salvamento. Enquanto helicópteros e aviões fazem voos a baixa altura, o papel do Hermes 900 é atuar como um “olho no céu”, vários quilômetros acima. Equipada com câmeras de alta definição, de modo em cores ou infravermelho, a aeronave consegue filmar tudo o que acontece sem ser vista ou ouvida do solo. Com autonomia de até 30 horas, o Hermes 900 pode ser utilizado também para apoio às comunicações das aeronaves na área. Com potência de 100 HP, o equipamento tem peso máximo de decolagem de 1.180 kg, sendo 350 kg de carga útil. Podem ser levados sistemas de câmeras, apontador laser, equipamentos de comunicação ou um radar ar-solo. Com uma envergadura de 15 metros para 8,30 metros de comprimento, a aeronave alcança 200 km/h, sendo que a velocidade de cruzeiro é de 112 km/h. As câmeras possuem sistemas de movimento e de zoom que permitem permanecer a vigilância sobre uma mesma área mesmo com a aeronave em movimento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn