Inauguração de centro de desenvolvimento marca transferência de tecnologia

Sediado em Gavião Peixoto/SP, local concentrará desenvolvimento do novo caça da FAB no Brasil

A Força Aérea Brasileira e as empresas de defesa e segurança Saab e Embraer dão um passo importante em Gavião Peixoto/SP, com a inauguração do Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen. Este é o principal marco no processo de transferência de tecnologia entre Brasil e Suécia. Trata-se do primeiro da lista de 60 projetos de offset (compensações de natureza industrial, tecnológica ou comercial) avaliados em U$$ 9 bilhões. Quando estiver em pleno funcionamento, o local deve abrigar em torno de 300 engenheiros e técnicos dedicados à nova aeronave de caça do Brasil, cujas 36 unidades devem ser entregues em cinco anos a contar a partir de 2019. Deste total, 23 serão produzidos pela Embraer, sendo 15 totalmente fabricados no Brasil. O centro brasileiro está conectado à Saab na Suécia e aos parceiros industriais no Brasil. O processo de transferência de tecnologia iniciou há um ano com a ida de mais de cem engenheiros brasileiros para a Suécia. Até 2024, 350 profissionais participarão de cursos e treinamentos no centro de pesquisa nórdico. Eles são peças-chave para que o País crie competências e capacidades técnicas para ao final do programa, dominar todo o conhecimento crítico necessário para o desenvolvimento de aviões de caça. Neste mês, 20 profissionais do primeiro grupo enviado retornaram. Eles trabalharão no novo centro, onde também atuarão 12 engenheiros da Saab. O novo prédio fica no complexo industrial da Embraer no interior de São Paulo, onde também é produzido o cargueiro KC-390 e abrigará os equipamentos de testes para o desenvolvimento do Gripen, entre eles o simulador de voo que verifica a funcionalidade dos sistemas. Mais informações no portal www.fab.mil.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn