Índice de acidentes aéreos tem redução de 14,5% em 2014

Números consideram dados apresentados pela aviação geral no Brasil

O número de acidentes aeronáuticos no Brasil caiu pelo segundo ano consecutivo. As informações analisadas pela Agência Nacional de Aviação Civil, que consideram dados da aviação geral oficialmente registrados até 6 de janeiro de 2015, mostram que em 2014 ocorreram 136 acidentes aeronáuticos. O número é 14,5% menor que os dados registrados em 2013, quando aconteceram 159 acidentes, considerando o número de acidentes por milhão de decolagens. Comparado com o ano de 2012, a redução em 2014 foi maior que 22%, pois há dois anos foram registrados 175 acidentes. O número de acidentes aeronáuticos com fatalidades que ocorreram no Brasil em 2014 também apresentou redução. Foram 27 acidentes com fatalidades no ano passado, contra 29 registrados em 2013. O número de 2014 é o menor em quatro anos. A análise realizada pela ANAC foi feita com base nos dados fornecidos pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, do Comando da Aeronáutica. A redução de acidentes ocorreu em cenário de expansão do número de movimentos de aeronaves da aviação geral, que cresceu 5,2% em 2014, segundo informações do Sistema DCERTA. O Brasil também se manteve abaixo da média móvel de acidentes fatais na aviação regular em comparação ao restante do mundo. Foram 0,19 por um milhão de decolagens em 2014, enquanto a média mundial está em 0,39 por um milhão de decolagens. Mais informações no portal www.anac.gov.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn