Iniciativa que facilita transporte de órgãos é uma das vencedoras de prêmio da ENAP

Ação desenvolvida no CGNA busca aumentar capilaridade por meio de voos

Uma iniciativa que tem como protagonista o Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), unidade do Comando da Aeronáutica responsável por buscar o equilíbrio entre a demanda e a capacidade do fluxo de tráfego aéreo no Brasil, foi uma das vencedoras do 20° Concurso Inovação na Gestão Pública Federal. A premiação busca valorizar as equipes de servidores públicos que se dedicam a repensar as atividades cotidianas que gerem melhoria na gestão das organizações públicas. A seleção promovida pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) em parceria com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) escolheu 11 iniciativas, incluindo o destaque sustentabilidade. A definição ocorreu durante reunião do Comitê Julgador, composto por especialistas em gestão, servidores públicos e acadêmicos com atuação reconhecida. A iniciativa “Facilitação e Ampliação do Acesso Gratuito ao Transporte Aéreo de Órgãos, Tecidos e Equipes para Transplantes” foi indicada ao prêmio pela Secretaria de Aviação Civil. A ação consiste em aumentar a capilaridade na distribuição de órgãos para transplante no Brasil por meio da disponibilização de voos e facilitação de todas as etapas envolvidas no processo de transporte aéreo de órgãos a serem transplantados e conta, inclusive, com um enfermeiro plantonista do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) disponível 24 horas no CGNA para agilizar a logística de distribuição de órgãos. O tempo é um fator fundamental para o transporte, pois cada órgão possui determinada quantidade de horas até que deixe de ser transplantável. No ano de 2014, 2.486 dos 23.226 órgãos transplantados em todo o Brasil foram transportados por avião, o que representa 10,7% do total. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn