Militares participam de curso sobre guerra eletrônica

Capacitação qualifica alunos para utilizar os equipamentos a bordo das aeronaves

Cerca de 70 alunos, sendo 66 militares da Força Aérea Brasileira, três da Marinha e um do Exército, participam do Curso Doutrinário de Guerra Eletrônica (CDGE). Realizada pelo Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE), a capacitação começou na Base Aérea de Natal. Ao longo de quatro semanas, os alunos participarão de instruções teóricas sobre a evolução da guerra eletrônica, conceitos básicos de radar, medidas de ataque e proteção eletrônica, guiamento de mísseis, entre outras. Além destas, ainda estão previstas instruções práticas no laboratório de guerra eletrônica do GITE, que possui equipamentos modernos com os quais é possível modelar um ambiente complexo na área radar. Durante o curso, serão realizados experimentos para contextualizar os fundamentos de radar, processamento analógico e digital de sinais, rastreio de alvos e bloqueio e despistamento eletrônico de antenas com varredura eletrônica. A reprodução destas situações em laboratório facilita a compreensão de conceitos básicos para tripulações de combate, contribuindo para aumentar a probabilidade de sobrevivência de pilotos e suas plataformas nas várias missões no teatro de operações aéreas. Mais informações no portal www.fab.mil.br. Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn