Motores TF33 modernizados podem estender vida útil do B-52

Pratt & Whitney está desenvolvendo um kit para reduzir o custo de manutenção

A fabricante de motores Pratt & Whitney está confiante com relação ao ‘pacote’ de modernização da turbina TF33, que permitiria à Força Aérea dos Estados Unidos operar os aviões B-52 até 2040. O bombardeiro estratégico de oito motores foi lançado em 1952 e sua versão atual B-52H, voa até hoje com os mesmos motores versão TF33. A Pratt & Whitney está desenvolvendo um kit para reduzir o custo de sua manutenção. O TF33 foi o primeiro turbofan criado e produzido pela empresa, não existindo razão para sua desativação. Mesmo porque a instalação de um motor mais moderno e potente exigiria uma troca das naceles sob as asas. Com os custos do combustível em baixa, a USAF deve se concentrar principalmente na redução dos custos de manutenção. Atualmente, 76 bombardeiros do tipo estão em operação no país.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn