Nova aeronave do GEIV homologa procedimento de navegação satelital

Missão marca a independência operacional da FAB na homologação desse tipo de procedimento

A primeira missão da nova aeronave-laboratório IU-50, do Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV), marcou a independência da Força Aérea Brasileira na homologação do procedimento RNP-AR. O voo de inspeção foi realizado no Aeroporto Silvio Name Junior, na cidade de Maringá, no norte do estado do Paraná. O RNP-AR (sigla de Required Navigation Performance) é um sistema de navegação por satélite que se baseia no uso de tecnologia de alta precisão embarcada nas aeronaves e traz ganhos em condições meteorológicas adversas, pois melhora a acessibilidade dos aeroportos. Antes de receber a nova aeronave-laboratório, que é um Legacy 500, o GEIV havia realizado duas inspeções desse tipo em aeroportos do País a bordo de aviões comerciais, já que a frota antiga não possui os sistemas embarcados necessários à verificação. Durante o voo a tripulação verificou se os procedimentos de aproximação e de saída previstos na carta de navegação elaborada pelo Instituto de Cartografia Aeronáutica (ICA) podem ser plenamente executados. Nesse tipo de missão são analisados o traçado da carta, a velocidade e os ângulos previstos e, também, a altitude. Foram checados quatro procedimentos, dois para cada cabeceira da pista e todos foram homologados. Mais informações no portal www.fab.mil.br Foto: CECOMSAER

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn