Novo míssil da FAB atinge alvo em teste

A-Darter fez manobra de 90° e destruiu o alvo sobre o estante de tiro na África do Sul

Um avião de caça Gripen da Força Aérea da África do Sul realizou com sucesso o lançamento real de um míssil A-Darter, um projeto binacional entre o Brasil e África do Sul. O alvo, uma aeronave não tripulada, estava em uma rota a 90° da aeronave lançadora e se distanciava. Apesar disso, o sistema de mira do míssil conseguiu “travar” no alvo, que também estava em uma altitude 600 metros mais elevada. Com 2,98 metros de comprimento e 90 kg de peso, o artefato se destaca pela ausência das pequenas asas usadas para as manobras. No lugar delas, o modelo tem capacidade de direcionar o empuxo do seu motor-foguete. Desse modo, consegue realizar manobras que o leva a sofrer até 100 vezes a força da gravidade (100 G). Os caças de combate mais modernos não passam de 9 G. Guiado por calor, o A-Darter também consegue “enxergar” em mais de uma frequencia de infravermelho e desse modo evitar ser enganado por “flares”, iscas incandescentes lançadas para confundir os mísseis. O alcance máximo é de 12 quilômetros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn