Sistema integrado de defesa e controle de tráfego aéreo foi inovação da Aeronáutica

CINDACTA I completa 40 anos de atividades em 2016

Há 40 anos, em 1976, a Aeronáutica tornou realidade uma das inovações mais marcantes da sua história. Entrava em operação o Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, o CINDACTA I. Foi a primeira organização de todo o planeta a integrar o controle de operações aéreas civis e militares. Uma das principais vantagens do sistema é a economia: uma mesma rede de radares e centros de controle espalhados geograficamente pelo território nacional fornecem, em tempo real, o posicionamento de todas as aeronaves voando no Brasil. O CINDACTA I, sediado em Brasília/DF e com área de atuação sobre a região central do País, seria depois complementado pelo CINDACTA II, em Curitiba; CINDACTA III, no Recife; e CINDACTA IV, em Manaus. O último entrou em operação e 2006, proporcionando cobertura radar sobre todo o Brasil. Hoje, os quatro sistemas estão subordinados ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), unidade com instalações físicas permanentes em centenas de municípios de todas as 27 unidades federativas brasileiras. Além dos quatro centros integrados, a estrutura do DECEA envolve um Serviço Regional de Proteção ao Voo (SRPV), cinco Centros de Controle de Área (ACC), 47 Controles de Aproximação (APP), 59 Torres de Controle de Aeródromo (TWR), 79 Destacamentos de Controle do Espaço Aéreo (DTCEA), além das mais de 90 Estações de Telecomunicações Aeronáuticas e diversas divisões de apoio por todo o País.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn