Sociedade civil e militares se articulam para criar um museu de aeronáutica em SP

Um dos diferenciais será a fácil localização do museu e a proximidade a pontos turísticos

São mais de onze mil pousos e decolagens por mês. E após 95 anos de funcionamento, o Campo de Marte se prepara para adotar uma rota inédita: a preservação da sua história. Um grupo de civis e militares está atualmente engajado no projeto de criação do Museu de Aeronáutica de São Paulo, que será erguido na região central da capital paulista. A ideia é ambiciosa. Os primeiros esboços traçam uma área construída de 40 mil metros quadrados, mais 10 mil metros quadrados para um pátio de estacionamento de aeronaves e uma rota de acesso à pista de pouso do Campo de Marte. Os acervos serão provenientes da Fundação Santos Dumont, da Força Aérea Brasileira e do Museu TAM, localizado no município de São Carlos, a 250 quilômetros da capital. A localização é uma das maiores apostas para o sucesso do novo museu. Vizinho ao parque Anhembi, local que recebe mais de 30% das principais feiras e eventos de negócios do Brasil, o novo espaço cultural estará a dois quilômetros de uma estação de metrô e do terminal rodoviário do Tietê. Com estacionamento para 560 veículos, o Museu ficará próximo à Marginal Tietê e à Avenida Santos Dumont, vias que ligam as zonas Leste e Oeste, e Norte e Sul da capital paulista. São 24 quilômetros até o Aeroporto Internacional de Guarulhos e 16 até o de Congonhas. O próximo passo é a Aeronáutica definir como seria a cessão da área. Há a possibilidade de ser transferida de forma não onerosa, desde que seja para uma Organização Social ou uma Fundação. Também há a ideia de venda para alguma empresa que tenha interesse em explorar economicamente o futuro museu. Por enquanto, as articulações acontecem em reuniões no IV COMAR, com a participação de profissionais da área de aviação e de instituições como Infraero, TAM, Aeroclube de São Paulo, Associação Brasileira de Aviação Geral e Helibras, dentre outras. Mais informações no portal www.fab.mil.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn