A Boeing só entregará o primeiro 737 MAX 10 em 2023

O maior narrowbody da Boeing só começará a chegar aos clientes em 2023. Originalmente previsto para começar as entregas em 2020, isso representa um atraso de três anos no cronograma. Além disso, seu irmão menor, o 737 MAX 7, que deveria ter começado as entregas no ano passado, agora começará a chegar no final de 2021.

Para Boeing, 2020 foi um ano difícil. Durante a maior parte, seu 737 MAX, permaneceu no solo por questões de segurança. O 787 Dreamliner foi marcado por preocupações de produção, enquanto o 777X continuou a sofrer atrasos.

O atraso no programa 737 MAX 10 era um tanto esperado. Já o 737 MAX 7 foi lançado em agosto de 2011 e o primeiro deveria ter sido entregue no ano passado. Agora, ela diz que fará sua primeira entrega no final de 2021.

A United Airlines é o maior cliente até o momento, com uma solicitação de 100 do tipo para complementar seus 85 737 MAX 9. A VietJet é a segunda maior, com um pedido de 80, enquanto a flydubai e a Lion Air fizeram pedidos de 50 cada do modelo.

Resta saber se uma espera até 2023 tornará o avião pouco atraente. Quando ele chegar, a Airbus estará se aproximando da estreia de seu A321XLR, que terá mais de 1.000 milhas náuticas (1.850 km) de alcance que o grupo 737, algo que pode muito bem virar a cabeça de alguns clientes da Boeing.

Foto: Boeing

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn