ABEAR discute o uso de combustíveis sustentáveis na aviação

Evento abordou a contribuição do Brasil para conter as mudanças climáticas

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas participou do seminário “Biodiesel e Bioquerosene: Sustentabilidade econômica e ambiental”, sobre o papel desse tipo de combustível no desenvolvimento sustentável do país e na recuperação econômica brasileira, dado o potencial de geração de novos empregos da atividade. O evento foi organizado pela União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio) e abordou a contribuição do Brasil para conter as mudanças climáticas. O compromisso entrou na agenda do país no dia 21 de setembro de 2016, quando o governo brasileiro entregou à Organização das Nações Unidas o instrumento de ratificação do Acordo de Paris sobre a mudança do clima. O Brasil se comprometeu a reduzir em 37% das emissões de Gases de Efeito Estufa – GEE, até 2025, e 43%, até 2030. Para alcançar o objetivo, o intuito é aumentar a participação de bioenergia sustentável. O setor de aviação internacional representa 2% das emissões globais. Diante do cenário, a Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) firmou um acordo para neutralizar o crescimento das emissões a partir de 2020. De 2021 em diante, empresas aéreas com voos partindo ou chegando dos países signatários terão que reduzir ou compensar as emissões que ultrapassem os níveis do ano anterior. Mais informações no portal www.abear.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn