Aerion e NASA explorarão conjuntamente as altas velocidades

 

A Aerion Supersonic divulgou hoje (10/02), que está dando um passo para explorar as possibilidades de aeronaves hipersônicas, sob um acordo com a NASA para estudar em conjunto aeronaves “high-Mach”.

O Acordo do Ato Espacial, o terceiro entre Aerion Supersonic e NASA, envolverá a pesquisa de tecnologias de propulsão e gerenciamento térmico para uma futura geração de aeronaves comerciais que poderiam operar perto de velocidades hipersônicas – entre Mach 3 e Mach 5.

“Esta é a continuação de um relacionamento de longa data entre Aerion Supersonic e NASA”, disse o presidente e CEO da Aerion, Tom Vice. “Na Aerion, nossa visão é construir um futuro onde a humanidade possa viajar entre quaisquer dois pontos de nosso planeta em três horas. Essa parceria permitirá o desenvolvimento de tecnologias que ajudarão a concretizar soluções de mobilidade global ponto a ponto de ultra-alta velocidade na faixa de Mach 3 a 5”.

A Aerion tem desenvolvido o jato executivo Mach 1.4 AS2 com planos de lançar a aeronave no mercado no final desta década. Mas Vice disse ao Fórum de Aviação do Instituto Americano de Aeronáutica e Astronáutica em junho que o AS2 é apenas o começo para a Aerion.

Foto: Aerion Supersonic

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn