Airbus desenvolve solução para empresas usarem aeronaves de passageiros em operações de carga durante a pandemia

  • Indústria
  • Notícias
  • Airbus desenvolve solução para empresas usarem aeronaves de passageiros em operações de carga durante a pandemia

Modificações serão oferecidas para as famílias de aviões A330 e A350

A fabricante europeia Airbus anunciou que está desenvolvendo modificações estratégicas para as aeronaves das famílias A330 e A350, que permitirão que as companhias aéreas instalem paletes de carga diretamente nos trilhos do assento da cabine, após a remoção das poltronas da classe econômica. Essa solução ajudará na continuidade dos negócios das próprias operadoras, além de aliviar a escassez global de capacidade de frete de carga aérea, em razão da inatividade generalizada de aeronaves de longo curso causada pela pandemia de COVID-19. Além disso, o aprimoramento ajudará o setor a atender rapidamente à alta demanda de voos humanitários para transportar grandes quantidades de equipamentos médicos e outros suprimentos por grandes distâncias, para onde são necessários. Em comparação ao já existente carregamento de carga, essa nova solução da Airbus tornará as operações mais fáceis e rápidas, além de reduzir o desgaste dos assentos. Outros benefícios importantes incluem a segurança adicional de proteção contra incêndio e a capacidade de restrição de carga para impedir qualquer deslocamento durante o voo. A modificação é fornecida para os operadores como um Boletim de Serviço da Airbus (SB). Sob este acordo, a fabricante define o escopo de trabalho de engenharia e gerencia o processo para obter a certificação única da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA). O procedimento inclui a remoção de assentos e IFE (in-flight entertainment), instalação de paletes de carga e equipamentos de segurança e a posterior reinstalação dos elementos originais da cabine para o retorno das operações de transporte de passageiros. A modificação também será válida para além da pandemia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn