Airbus Perlan Mission II busca recorde de altitude e novas evidências de mudança climática

  • Indústria
  • Notícias
  • Airbus Perlan Mission II busca recorde de altitude e novas evidências de mudança climática

Iniciativa também oferecerá dados sobre turbulência em alta altitude e efeitos da radiação sobre pilotos e aeronave

O Airbus Perlan Mission II, uma iniciativa para levar um planador sem motor até o limite do espaço e coletar dados sobre mudanças climáticas, meteorologia e voos em altas altitudes, atingiu um novo patamar nesta semana. Em sua segunda temporada de voos de teste em El Calafate, na Argentina, os pilotos comandaram o planador Perlan 2 pressurizado em uma série de voos, alcançando uma altitude máxima de 32.500 pés. El Calafate, na região da Patagônia argentina, é um dos poucos lugares no mundo em que uma combinação de ventos de montanha e vórtice polar criam as “ondas estratosféricas de montanha” mais altas do mundo elevando correntes de ar que os pilotos do Perlan acreditam conseguir levar um dia, sua aeronave experimental até o limite do espaço. Nos próximos dois meses, a equipe de exploradores voluntários patrocinada pela Airbus buscará as raras ondas em uma tentativa de quebrar o recorde mundial de planagem em altitude de 50.727 pés, atingido no Perlan 1, em 2006. Ao longo do caminho, a aeronave continuará coletando dados científicos sobre a atmosfera possibilitados pelos seus atributos exclusivos. O design sem motor do planador Perlan 2 permite que ele colete amostras de ar não contaminadas em diversas altitudes. Diferente de um balão meteorológico, ele pode ser direcionado, permanecer em uma área e decolar e pousar em um mesmo local. Além de estudar fatores que influenciam a mudança climática, a iniciativa também oferecerá dados sobre turbulência em alta altitude e efeitos da radiação sobre pilotos e aeronave. Para mais informações sobre o programa acesse o site www.perlanproject.org.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn