Airbus utiliza protótipo do jato A350-1000 no combate ao COVID-19

Aeronave voltou da China com uma carga de 4 milhões de máscaras no último dia 5 de abril para distribuição aos governos de países europeus

A fabricante europeia Airbus continua a comprar e fornecer milhões de máscaras faciais provenientes da China, a grande maioria das quais será doada a governos dos países de origem da empresa, como França, Alemanha, Espanha e Reino Unido. Uma equipe de voo acaba de completar sua última missão com um protótipo de teste do A350-1000. Esta é mais uma de muitas operações do tipo, com a aeronave retornando para a França com uma carga de 4 milhões de máscaras no último dia 5 de abril. Desde meados de março, as viagens anteriores foram realizadas por um A330-800 e um A330MRTT. A Airbus também utiliza um A400M e sua frota de  aviões Beluga para transportar remessas de máscaras. A Airbus também está empregando seus funcionários, conhecimentos e know-how e aproveitando a tecnologia nessa luta contra a pandemia de COVID-19 no projeto e fabricação de ventiladores e visores impressos em 3D, recursos críticos para os hospitais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn