Airlink recebe primeiro E-Jet e expande programa de peças de reposição

Companhia regional africana terá um total de 13 jatos do tipo na frota

A fabricante brasileira Embraer anunciou durante o Paris Air Show a assinatura de um contrato para o programa pool de peças de reposição com a Airlink, maior companhia aérea regional independente da África do Sul, para apoiar a frota de 13 E-Jets cujo primeiro exemplar foi entregue no final de abril e começará a operar comercialmente ainda em junho. O contrato para peças de reposição com extensão de até dez anos, abrange mais de 300 componentes aeronáuticos. A Airlink será a primeira empresa aérea da África do Sul a operar os E-Jets e sua frota será composta por três E170 e dez E190. A empresa aérea, que já é um importante cliente da Embraer, vai operar 30 jatos ERJ dos três modelos – ERJ 135, ERJ 140 e ERJ 145 e estendeu em dezembro do ano passado, o contrato de pool para cobrir 11 ERJ 140 adicionais, cuja entrega será concluída no segundo trimestre deste ano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn