Após quatro meses em manutenção, o 747 SOFIA da NASA volta a voar

 

O Observatório Estratosférico de Astronomia Infravermelha da NASA (SOFIA), o único observatório aerotransportado do mundo esteve ausente dos céus dos EUA durante vários meses. O telescópio voador Boeing 747SP está em manutenção em Hamburgo, Alemanha, desde setembro passado. No entanto, ele agora está quase pronto para voar mais uma vez, mas planeja ficar na Europa por mais algum tempo.

Se você ainda não sabia, a NASA opera um raro Boeing 747SP como um observatório estratosférico. Batizado de SOFIA, Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy, este é o único observatório aerotransportado do mundo. Quando combinado com uma fuselagem cada vez mais rara e a grande quantidade de equipamentos de laboratório a bordo, o SOFIA é um dos aviões mais valiosos do mundo.

O SOFIA opera a partir do Armstrong Flight Research Center da NASA no Aeroporto Regional de Palmdale. O Boeing 747 normalmente voa por cerca de oito horas, indo até cerca de 40.000 pés (12.200 m), para obter vistas ininterruptas do cosmos.

A Lufthansa Technik geralmente é a parceira de escolha quando se trata de manutenção para o SOFIA, tendo concluído sua verificação C em 2014 e outra verificação de manutenção pesada em 2017. É responsabilidade desses técnicos manter este incrível avião no ar até pelo menos 2034.

Foto: NASA

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn