Avolon cancela pedido para 75 aeronaves Boeing 737 MAX

Companhia também suprimiu compromissos para quatro jatos A330neo e alterou datas de entrega para 25 aviões de corpo estreito adicionais para 2024 em diante

A empresa internacional de leasing de aeronaves Avolon emitiu uma atualização ao mercado para o primeiro trimestre de 2020, onde afirma ter encerrado o período com caixa irrestrito e linhas de crédito superiores a US$ 5 bilhões. Entretanto, diante das novas condições de operação fortemente afetadas pela crise do COVID-19 e embora comprometida com o programa B737MAX, a empresa decidiu cancelar compromissos para receber 75 aeronaves do tipo. Além disso, também suprimiu compromissos para quatro jatos A330neo e alterou datas de entrega para 25 aviões de corpo estreito adicionais para 2024 em diante. O impacto líquido das ações no primeiro trimestre também foi reduzir compromissos com aeronaves no período de 2020 a 2023 de 284 aeronaves no final de 2019, para 165 aeronaves hoje e assim, diminuir significativamente os compromissos de capital a curto prazo. Mesmo sendo difícil determinar a extensão ou profundidade da crise, a companhia continua confiante nas perspectivas e na capacidade do setor de se recuperar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn