Boeing e Etihad ampliam testes de sustentabilidade com o jato 787-10 Dreamliner

Programa utiliza aeronaves comerciais para testar tecnologias que podem tornar a aviação mais segura e sustentável

A fabricante norte-americana Boeing e a companhia aérea Etihad Airways usarão o 787-10 Dreamliner para avaliar maneiras de reduzir emissões e ruído como parte do programa ecoDemonstrator da empresa aeroespacial antes que a transportadora aceite a entrega do avião. A colaboração, que inclui extensos testes de medição de som com parceiros do setor, baseia-se em uma aliança estratégica de sustentabilidade que as empresas formaram em novembro de 2019. O programa utiliza aeronaves comerciais para testar tecnologias que podem tornar a aviação mais segura e sustentável agora e no futuro. É a primeira primeira vez que o programa usa um Boeing 787-10 nas avaliações. A NASA e a Safran Landing Systems realizarão as medições de ruído a partir de sensores no avião e no solo. Os dados serão usados ​​para validar os processos de previsão de ruído do modelo e o potencial de redução de som, incluindo trem de pouso modificado para operações mais silenciosas. Além disso, será realizado um voo durante o qual pilotos, controladores de tráfego aéreo e o centro de operações de uma companhia aérea compartilharão simultaneamente informações digitais para otimizar a eficiência de roteamento e aumentar a segurança, reduzindo a carga de trabalho e o congestionamento de radiofrequência. As operações também serão realizadas com uma mistura de combustível sustentável, o que reduzirá a pegada ambiental. O programa deve durar cerca de quatro semanas antes da Etihad colocar em operação a variante do jato.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn