Boeing entrega o primeiro jato concluído na unidade da China

Nova instalação prepara a família completa do modelo 737 MAX

A fabricante norte-americana Boeing e a parceira de joint-venture Commercial Aircraft Corporation da China (COMAC) celebraram recentemente a entrega do primeiro avião 737 finalizado na nova unidade localizada na cidade de Zhoushan. A companhia aérea Air China recebeu o primeiro exemplar, marcando uma nova era na parceria da Boeing com a indústria de aviação chinesa. A entrega do primeiro 737 MAX 8, montado em Renton e concluído na China, ocorre 20 meses após o início da construção da instalação. O centro de conclusão e entrega é a primeira unidade da fabricante fora dos Estados Unidos e foi construída em parceria com os governos provinciais de Zhejiang e municipal de Zhoushan e se tornará totalmente operacional em fases, à medida que a capacidade for expandida ao longo do tempo. Os aviões 737 MAX para as operadoras aéreas chinesas serão transportados de Seattle para Zhoushan, onde o centro de conclusão finalizará o trabalho no interior das aeronaves. A estação de trabalho irá expandir gradualmente para incluir também a pintura. Uma vez concluídos, os aviões serão levados para o centro de entregas adjacente operado pela Boeing para as atividades de aceitação do cliente e formalidades de entrega. A instalação foi projetada para suportar toda a família de aviões 737 MAX. A China está a caminho de se tornar o maior mercado de aviação comercial do mundo. O mais recente estudo da Boeing prevê que o país necessitará de 7.680 novos aviões no valor de US$ 1,2 trilhão nos próximos 20 anos e outros US$ 1,5 trilhão em serviços comerciais para apoiar a crescente frota.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn