Boeing testa novas tecnologias em jato 777-200

Programa visa avaliar inovações para melhorar a segurança, sustentabilidade e a experiência do passageiro

A fabricante norte-americana Boeing está lançando sua mais recente rodada de testes de voo para avaliar novas tecnologias que poderiam enfrentar os desafios do mundo real para operadores de aeronaves e passageiros e melhorar a segurança e sustentabilidade para aumentar a experiência de voar. A empresa está usando um jato 777-200 que servirá como plataforma de testes para 50 projetos. Entre as tecnologias testadas estão o compartilhamento de informações digitais entre o controle de tráfego aéreo, o cockpit e o centro de operações de uma companhia aérea para otimizar a eficiência e a segurança do roteamento; um aplicativo eletrônico que utiliza comunicações de última geração para fornecer automaticamente informações de redirecionamento aos pilotos quando as condições climáticas o permitirem; tecnologias de cabine conectadas que tornam as cozinhas e lavatórios inteligentes e monitoram as condições da cabine, como temperatura e umidade, para facilitar os ajustes automáticos; e câmeras para fornecer uma visão de fora do avião. O programa ecodemonstrator já testou 112 tecnologias entre 2012 e 2018. Mais de um terço delas migraram para a implementação na Boeing ou por parceiros do programa. Quase metade permanece em desenvolvimento, enquanto os testes nos outros projetos foram interrompidos depois que os aprendizados foram realizados. Entre as tecnologias atualmente em uso estão os aplicativos para iPad que fornecem informações em tempo real aos pilotos, permitindo que eles reduzam o uso de combustível e as emissões; informações de abordagem personalizada para reduzir o ruído da comunidade; e um sistema de câmera no 777X que ajudará os pilotos a evitar obstáculos no solo. Uma parte essencial do programa é a colaboração com parceiros do setor para testar tecnologias em conjunto e compartilhar aprendizados que avancem na aviação. A maioria dos voos utilizará combustível de aviação sustentável para reduzir as emissões de dióxido de carbono e demonstrar sua viabilidade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn