Bombardier conclui a venda do programa de jatos CRJ para a Mitsubishi

Fabricante japonesa adquire as atividades de manutenção, suporte, reforma, marketing e vendas para as aeronaves do tipo, incluindo os serviços relacionados e a rede de suporte

A fabricante canadense Bombardier confirmou o fechamento da venda anunciada anteriormente do programa de aeronaves CRJ para a Mitsubishi Heavy Industries por cerca de US$ 550 milhões, sujeita a ajustes de fechamento e assunção de passivos pelo MHI relacionados a garantias de crédito e valor residual e subsídios de arrendamento no valor de aproximadamente US$ 200 milhões. De acordo com o contrato, a participação líquida benéfica da corporação no Programa Regional de Titularização de Aeronaves (RASPRO), avaliado em aproximadamente US$ 170 milhões, foi transferida para a MHI. Por meio dessa venda, a fabricante japonesa adquire as atividades de manutenção, suporte, reforma, marketing e vendas para as aeronaves do tipo, incluindo os serviços relacionados e a rede de suporte localizada em Montreal, Quebec e Toronto, Ontário, e centros de serviços localizados em Bridgeport, West Virginia e Tucson, Arizona, bem como os certificados de tipo. A Bombardier continuará fornecendo componentes e peças de reposição e montará as 15 aeronaves CRJ restantes em 31 de março de 2020 em nome da MHI até a entrega completa da carteira de pedidos atual, prevista para o segundo semestre deste ano. Mais informações no portal www.bombardier.com.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn