Bombardier divulga números financeiros do segundo trimestre de 2019

Divisão aeronáutica obteve US$ 516 milhões durante o período impulsionado pelo aumento das entregas

A fabricante canadense Bombardier anunciou que as receitas no segundo trimestre de 2019 atingiram US$ 4,3 bilhões. O EBITDA ajustado e o EBIT ajustado do período foram de US$ 312 milhões e US$ 206 milhões, respectivamente. O uso do fluxo de caixa livre foi de US$ 429 milhões no trimestre e US$ 1,5 bilhão no acumulado do ano, em linha com as expectativas da empresa para o primeiro semestre. As receitas da divisão aeronáutica atingiram US$ 516 milhões durante o trimestre impulsionado pelo aumento de entregas, incluindo seis aeronaves Q400 antes da conclusão da venda. Em 31 de maio, a corporação concluiu a entrega dos ativos do programa de aeronaves Q Series, incluindo operações e ativos pós-mercado para a De Havilland Aircraft por receita bruta de US$ 298 milhões. Durante o trimestre, também assinou um contrato definitivo com a Mitsubishi Heavy Industries para a venda de seu programa de jatos regionais, considerando US$ 550 milhões a serem pagos no fechamento e a assunção pela MHI de passivos relacionados a crédito e garantias de valor residual e subsídios de locação no valor de aproximadamente US$ 200 milhões. A transação deve ser concluída no primeiro semestre de 2020 e continua sujeita a aprovações regulatórias e condições habituais de fechamento.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn