CEO da Airbus leva a sério a concorrência do COMAC C919

 

O C919 da COMAC é uma aeronave que enfrentou vários obstáculos no caminho para a certificação e, recentemente, outro atraso ocorreu com os testes de congelamento, que foram adiados até o terceiro trimestre.

Ontem (18/02), depois da divulgação dos resultado da Airbus, o CEO do fabricante europeu Guillaume Faury mencionou que ele levava o C919 a sério. Faury comentou que “existem muitos desafios e acho que é muito cedo para dizer até que ponto a COMAC será capaz de competir com a Boeing e a Airbus. Mas os estamos levando a sério e observando cuidadosamente o que está acontecendo por lá., pois deveria concorrer com o 737MAX e o A320neo”

Apesar disso, parece que a ameaça da competição não é iminente. Faury destacou que, embora o considere um produto competitivo, “vai demorar para o C919 encontrar o seu lugar, “já vimos outros participantes em outras regiões importantes do mundo tentando entrar no mercado regional ou mesmo na aviação comercial sem sucesso.”

A princípio, é improvável que o C919 seja uma competição séria para o Airbus A320neo e o Boeing 737 MAX. A Airbus e a Boeing estão bem estabelecidas no mercado, com bons relacionamentos com a maioria das companhias aéreas. Em contraste, COMAC ainda está para se estabelecer seriamente fora da China.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn