Companhias aéreas passam a utilizar sistema da SITA para aumentar controle dos voos

Transportadoras Avianca Brasil, Azul, Norwegian Air Shuttle, Singapore Airlines e Vistara já utilizam a ferramenta em mais de 250.000 voos por mês

As recomendações da Organização Internacional de Aviação Civil ao pedir às companhias aéreas que relatassem posições de voo a cada 15 minutos são agora oficiais  e a empresa de tecnologia SITA está colaborando com várias operadoras ao redor do mundo implementando seu sistema AIRCOM FlightTracker. As transportadoras Avianca Brasil, Azul, Norwegian Air Shuttle, Singapore Airlines e Vistara já utilizam a ferramenta em mais de 250.000 voos por mês. Ao fornecer precisão de voo, maior capacidade de resposta e segurança reforçada, o FlightTracker permite que as companhias obtenham maior eficiência operacional em um espaço aéreo cada vez mais congestionado, minimizar os custos e dar suporte à satisfação dos passageiros. As recomendações do GADSS-Global Aeronautical Distress Safety System (Sistema Global Aeronáutico de Emergência e Segurança ) da ICAO obrigam as companhias aéreas a comprometerem-se com padrões mínimos de rastreamento de aeronaves, com o objetivo de melhorar a segurança, a detecção de aeronaves em perigo e busca e salvamento eficientes e eficazes. A ICAO solicita aos operadores relatar as posições das aeronaves pelo menos uma vez a cada 15 minutos e com novos processos de controle adicionais acrescentados a partir de 2021. O sistema da SITA, software baseado em terra e de fácil implementação, garante atualizações regulares de posição de voo, sem a necessidade de novos aviônicos ou modificações nas aeronaves. Reunindo dados de várias fontes globais, incluindo o “Firehose data feed” da FlightAware, ele preenche as lacunas entre o rastreamento de provedor de serviços de navegação aérea para oferecer controle de voo 100% global com atualizações de posição pelo menos uma vez por minuto. O pacote de dados da FlightAware fornece informação de posição de aeronave ao vivo de sua rede terrestre de receptores ADS-B, bem como da rede do tipo da Aireon localizada no espaço, hospedada na constelação de satélites Iridium NEXT, e que também fornece rastreamento de voo em tempo real. Ao incorporar esses dados ADS-B localizados no espaço, o FlightTracker da SITAONAIR fornece às companhias aéreas as ferramentas para receber a posição precisa, a velocidade e a altitude de sua frota em qualquer lugar do mundo, mesmo em regiões oceânicas e polares. Elas também podem exceder a recomendação de 15 minutos da ICAO, estando desde já preparadas para a indicação de relatar as posições das aeronaves a cada um minuto prevista para 2021.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn