Demanda de carga aérea mundial continua tendência negativa

Incerteza do comércio relacionada ao Brexit na Europa e as tensões comerciais entre os EUA e a China contribuíram para o declínio de novas encomendas de exportação

A Associação Internacional de Transporte Aéreo divulgou dados para os mercados de frete aéreo global mostrando que a demanda caiu 4,7% em abril de 2019, em comparação com o mesmo período do ano anterior. O resultado manteve a tendência negativa na demanda ano-a-ano que começou em janeiro. A capacidade cresceu 2,6% em relação ao ano passado em abril. O crescimento da capacidade agora superou o da demanda nos últimos 12 meses. A incerteza do comércio relacionada ao Brexit na Europa e as tensões comerciais entre os EUA e a China contribuíram para o declínio de novas encomendas de exportação. Por outro lado, as companhias aéreas latino-americanas experimentaram um aumento da demanda em abril, que chegou a 5,0% em comparação com o mesmo período do ano passado, um terceiro mês consecutivo de aumento positivo. O crescimento futuro na região será fortemente influenciado pela saúde da economia brasileira. A capacidade aumentou 18,7%. Mais informações no portal www.iata.org. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn