Demanda doméstica de passageiros tem alta de 4,3% no primeiro trimestre

Número de viajantes transportados no período cresceu mais de um milhão

No primeiro trimestre do ano, a demanda doméstica acumulou alta de 4,3% em relação ao mesmo período de 2018. Já a oferta na mesma comparação, registrou elevação de 3,4%. Os dados constam no relatório disponibilizado pela Agência Nacional de Aviação Civil. O número de passageiros pagos transportados no mercado doméstico, alcançou o patamar de 24 milhões nos três primeiros meses do ano, um aumento de pouco mais de 1 milhão de passageiros em comparação com o mesmo período do ano passado. Para o mês de março deste ano, a demanda doméstica subiu 3,4% em relação ao ano anterior, enquanto a oferta apresentou variação positiva de 2,2% no mesmo período. Em relação a participação do mercado nacional, as empresas brasileiras mantiveram a classificação histórica com a Gol (34,1%), com a maior fatia do mercado, seguida pela LATAM (31,8%), Azul (21,2%) e Avianca (12,6%). A taxa de aproveitamento dos assentos foi de 81%, o que representou alta de 1,1% frente ao mesmo mês do ano anterior. Já no acumulado do ano, a taxa cresceu 0,9% em relação ao ano passado, ficando em 82,6%. O único índice com variação negativa foi o transporte de carga, que apresentou uma redução de 9% em março frente ao mesmo período de 2018. Entretanto, no acumulado do ano, o índice se mantem positivo com crescimento de 1,8%. Em março, a demanda internacional das empresas brasileiras apresentou aumento de 10,7%, enquanto a oferta cresceu 11,7%. No mês, foram transportados 801 mil passageiros pagos em voos internacionais. No acumulado de janeiro a março de 2019, a demanda internacional cresceu 10,7% e a oferta aumentou 13,1%, em comparação com igual período de 2018. A empresa LATAM encerrou o mês com 70,9% de participação. Já a Azul obteve 13,6% do mercado em comparação a março de 2018, enquanto a Gol alcançou a fatia de 12,5%. A Avianca figura como a quarta empresa aérea brasileira neste mercado, alcançando 3,0% da demanda internacional de passageiros em março do ano corrente. No período, foram transportadas 20.984 toneladas de carga no mercado internacional, o que representou redução de 18,9% ante o mesmo mês do ano anterior. O indicador acumulou redução de 9,0% nos três primeiros meses do ano. Mais informações no portal www.anac.gov.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn