Embraer divulga resultado financeiro do terceiro trimestre do ano

Fabricante registrou prejuízo líquido de R$ 83,8 milhões e prejuízo por ação de R$ 0,1142 no período

A fabricante brasileira Embraer apresentou os números financeiros do terceiro trimestre de 2018, onde a receita líquida foi de R$ 4.581,3 milhões, apresentando 11% de crescimento em relação ao mesmo período de 2017 apesar de um menor número de entregas nos segmentos de Aviação Comercial. Parte desse crescimento está atrelado ao melhor desempenho dos outros segmentos de negócio, onde houve aumento nas entregas da Aviação Executiva, crescimento da receita de Defesa & Segurança e de Serviços & Suporte e parte também está relacionada à variação cambial ocorrida no período. Nos primeiros nove meses do ano, a receita líquida da Embraer foi de R$ 12.341,7 milhões, comparada aos R$ 13.118,9 milhões do mesmo período do ano passado. A margem bruta consolidada foi de 18,1% no trimestre e se manteve estável em relação aos 18,2% do terceiro trimestre de 2017. O resultado operacional (EBIT) e a margem operacional no terceiro trimestre de 2018 foram de R$ 176,6 milhões e 3,9%, respectivamente e permaneceram praticamente estáveis em relação aos R$ 176,0 milhões e os 4,3% reportados no mesmo período do ano passado. No trimestre, o EBIT e o EBITDA não tiveram qualquer influência de itens especiais, o que por sua vez ocorreu no mesmo trimestre de 2017, que sofreu um impacto negativo de R$ 11,4 milhões referentes aos impostos sobre as remessas executadas para pagamentos no exterior, após a finalização da investigação do FCPA. Excluindo-se esse item especial, no terceiro trimestre do ano passado, o EBIT ajustado foi de R$ 187,4 milhões e a margem EBIT ajustada foi de 4,6%. As despesas administrativas totalizaram R$ 176,5 milhões no terceiro trimestre de 2018, representando crescimento em relação aos R$ 151,1 milhões relatados no mesmo período do ano anterior. As despesas comerciais cresceram de R$ 210,8 milhões para R$ 291,7 milhões no terceiro trimestre deste ano e no acumulado anual, saíram de R$ 704,1 milhões para R$ 777,8 milhões. A variação cambial ocorrida no período foi o principal contribuinte para esse aumento. No terceiro trimestre deste ano, a Embraer apresentou prejuízo líquido de R$ 83,8 milhões e prejuízo por ação de R$ 0,1142. Isso se compara, no mesmo período do ano passado, com o lucro líquido de R$ 331,9 milhões e com o lucro por ação de R$ 0,4513. Nos primeiros nove meses do ano, o prejuízo líquido foi de R$ 590,9 milhões e prejuízo por ação de R$ 0,8053. O lucro líquido ajustado, excluindo imposto de renda e contribuição social diferidos e também o impacto líquido, após imposto do item especial não recorrente foi de R$ 119,3 milhões no trimestre, comparado ao lucro líquido ajustado de R$ 188,9 milhões no terceriro trimestre de 2017. Nos primeiros nove meses do ano, o prejuízo líquido ajustado foi de R$ 194,8 milhões, comparado ao lucro líquido ajustado de R$ 771,9 milhões nos primeiros nove meses do ano anterior. Os números foram negativamente impactados por menores resultados operacionais, além de maiores despesas financeiras líquidas e perdas cambiais líquidas. O crescimento das despesas financeiras líquidas se deve em grande parte pela atual posição de dívida líquida e à menor receita financeira do caixa e equivalentes, enquanto que as perdas cambiais estão associadas à desvalorização do real em relação ao dólar norte-americano desde o início de 2018. A Embraer antecipa que algumas dessas perdas cambiais podem se reverter até o final do ano. A companhia encerrou o trimestre com uma posição de dívida líquida de R$ 3.525,5 milhões, representando um aumento em relação à dívida líquida de R$ 2.780,9 milhões ao final do segundo trimestre de 2018, principalmente em função do fluxo de caixa negativo durante o período. No final do trimestre, a empresa possuía um total de financiamentos da ordem de R$ 16.106,2 milhões, aumento de R$ 442,8 milhões em relação ao final do segundo trimestre deste ano, principalmente em função da variação cambial do período.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn