Embraer divulga resultados do primeiro trimestre de 2021

 

No 1T21, a Embraer entregou nove aeronaves comerciais e 13 executivas (dez jatos leves e três grandes) e sua carteira de pedidos firmes (backlog) foi de US$ 14,2 bilhões; a receita líquida atingiu R$ 4.452,1 milhões no período, representando aumento de 55% em relação ao 1T20 com crescimento em todos os segmentos de negócio.

Em 23 de abril, a companhia assinou um pedido firme de 30 jatos E195-E2 com um cliente não divulgado. As 30 aeronaves serão incluídas na carteira de pedidos (backlog) do 2T21, com as entregas começando em 2022

 

No 1T21, a Embraer apresentou Prejuízo líquido ajustado (excluindo-se impostos diferidos e itens especiais) de R$ 522,9 milhões e Prejuízo por ação ajustado de R$ 0,71; já o fluxo de caixa livre da Embraer apresentou um uso de R$ 1.211 milhões, consistente com a sazonalidade normal do primeiro trimestre, porém com uma melhoria significativa em comparação ao uso de R$ 2.898,8 milhões do mesmo período de 2020, principalmente em função da queda nos níveis de estoque como resultado das medidas tomadas para estabilizar a produção e as operações em meio à pandemia.

 

A Companhia encerrou o trimestre com caixa total de R$ 14 bilhões e dívida líquida de R$ 10,8 bilhões; devido à incerteza contínua relacionada à pandemia da Covid-19 e seus impactos na indústria, a Companhia decidiu por não publicar, neste momento, suas estimativas financeiras e de entregas para 2021.

 

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn