Embraer estende intervalo de revisão dos jatos Phenom para 800 horas de voo

Melhoria significativa equivale a menos tempo de inatividade, menores custos de manutenção, uma longa vida econômica e mais tempo no ar

A fabricante brasileira Embraer anunciou uma revisão dos requisitos de manutenção programada para a Família de jatos Phenom, prolongando os intervalos entre as paradas de 600 horas e/ou 12 meses e múltiplos para 800 horas ou 12 meses e múltiplos. A maioria das tarefas com intervalos duplos também foi otimizada para o período mais longo. Isso representa uma melhoria de 33% no intervalo de manutenção, quase o dobro da média do setor. Para os clientes da série Phenom, essa melhoria significativa equivale a menos tempo de inatividade, menores custos de manutenção, uma longa vida econômica e mais tempo no ar. A melhoria só foi possível em razão do desempenho da frota do tipo na última década. Mais de um ano de análise de engenharia confirmou que os usuários dessas aeronaves podem se beneficiar totalmente da alta disponibilidade da frota por sua conveniência e flexibilidade ainda maiores. A frota já acumulou mais de 1,7 milhão de horas de voo e 1,4 milhão de ciclos desde a entrega do primeiro aparelho em dezembro de 2008. Os operadores são apoiados por uma organização global de serviços e suporte com rede de mais de 70 centros de serviços próprios e autorizados, complementados por um Contact Center no Brasil. Os requisitos de manutenção programada para os jatos Phenom foram desenvolvidos para atender às necessidades específicas da aviação executiva e baseiam-se na metodologia MSG-3 (Maintenance Steering Group). O método visa preservar e restaurar os níveis inerentes de segurança e confiabilidade da aeronave e construir uma base de conhecimento para melhoria do projeto e manutenção. Os principais benefícios dessa metodologia incluem maior disponibilidade da aeronave e redução geral de custos para manter a aeronave em condições operacionais ideais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn