FAA exige mudanças nos tanques de combustível dos 747-400 e 767

Alerta foi emitido pela autoridade de aviação nos EUA.

A Federal Aviation Administration emitiu duas novas diretrizes de aeronavegabilidade (AD) solicitando às companhias aéreas norte-americanas que modifiquem seus sistemas de monitoramento dos tanques de combustível dos Boeing 767-200/300/300F/400ER e 747-400 para prevenir risco de ignição. As diretivas alertam para risco de explosão no tanque central com fontes de ignição em contato com vapores inflamáveis. De acordo com a FAA, os operadores terão 72 meses para realizar as modificações, previstas para inicio de novembro próximo. Segundo consta, 71 jatos 747-400 e 261 aeronaves 767 registrados nos Estados Unidos serão monitorados. Foto: Alex Barbosa

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn