International Brazil Air Show debaterá sobre o setor aéreo da América Latina

2ª edição do evento reunirá lideres do segmento aéreo mundial para discutir sobre o desenvolvimento da região responsável por 1,4% PIB Brasileiro, ou R$ 25,1 bilhões, segundo dados da IATA

A 2ª Edição do International Brazil Air Show será realizada entre os dias 11 e 13 de setembro de 2019 no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Primeiro evento brasileiro com foco na indústria aeroespacial internacional e na infraestrutura aeroportuária, o IBAS reunirá líderes do segmento aéreo mundial para debater sobre o desenvolvimento do setor na América Latina, responsável por 1,4% PIB Brasileiro, ou seja, R$ 25,1 bilhões, de acordo com os dados da Associação Internacional de Transportes Aéreos. O evento conta com apoios institucionais da Força Aérea Brasileira (FAB), Ministério dos Transportes, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), sendo organizado pela empresa Sator e apoiado pela concessionária GRU Airport. Com contribuição fundamental para a economia, o setor de transporte aéreo propicia a geração de empregos, riquezas e ainda conecta as pessoas. Segundo relatório produzido pela Boeing, na análise do mercado latino-americano avaliado pelo estudo em US$ 250 bilhões, espera-se que em até 20 anos, 3,01 mil novas aeronaves comerciais cheguem à região. A 2ª edição do IBAS também contará com diversas atividades e eventos paralelos para os expositores, patrocinadores e participantes em geral, gerando oportunidades de networking e negócios, visto que o público participante será composto por profissionais altamente qualificados nas indústrias relacionadas. Será uma oportunidade para fomentar discussões e promover negócios entre os setores envolvidos com este mercado, considerado fundamental para o desenvolvimento do Brasil e da América Latina. Atualmente, a frota de aviação comercial brasileira é de aproximadamente 680 aeronaves e a frota executiva é de mais de 1.650 aeronaves, de acordo com dados da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG). De 2012 a 2018 foram concedidos dez aeroportos à iniciativa privada: São Gonçalo do Amarante/RN; Guarulhos/SP; Viracopos/SP; Brasília/DF; Tom Jobim/RJ; Confins/MG; Fortaleza/CE; Salvador/BA; Florianópolis/SC; e Porto Alegre/RS. Serão privatizados no primeiro trimestre de 2019, segundo a ANAC, mais 13 aeroportos que foram incluídos no Programa Nacional de Desestatização e que serão concedidos em blocos regionais. A estimativa do governo para as próximas concessões é que os aeroportos recebam no total, R$ 8,5 bilhões em investimentos. Mais Informações no portal www.ibas.aero. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn