Jato Boeing 787-9 Dreamliner da EgyptAir realiza o voo mais longo com biocombustível

Companhia utilizou programa desenvolvido pela fabricante e percorreu a distância de 5.925 milhas náuticas

A fabricante norte-americana Boeing entregou o quinto jato 787-9 Dreamliner para a companhia aérea EgyptAir por meio de um contrato de arrendamento com a empresa AerCap. A transportadora nacional do Egito aproveitou-se de um novo programa e abasteceu o avião com biocombustível para o voo de translado, ressaltando o empenho em melhorar a eficiência e a sustentabilidade de suas operações. Para o voo até sua base no Cairo, a EgyptAir se tornou a primeira empresa a usar o procedimento que oferece a opção de usar biocombustível em operações de entrega. Os combustíveis de aviação sustentáveis ​​mostraram reduzir as emissões de dióxido de carbono em até 80% durante o seu ciclo de vida. O voo de 5.925 milhas náuticas (10.973 km) de Seattle para o Cairo representou o mais longo do 787 utilizando combustível sustentável. A companhia vai receber um total de seis aviões Dreamliner.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn