Mais conectividade e eficiência são destaques da IATA para a aviação comercial em 2018

Um total de 4,4 bilhões de passageiros voaram durante o ano a passado e houve recorde de eficiência com 81,9% dos assentos disponíveis ocupados

A Associação Internacional de Transporte Aéreo divulgou os números do desempenho das companhias aéreas de 2018, mostrando que a conectividade aérea global continua mais acessível e mais eficiente. Outros dados do relatório de dados estatísticos sobre as transportadoras indicam que 4,4 bilhões de passageiros voaram durante o ano a passado; houve recorde de eficiência com 81,9% dos assentos disponíveis ocupados; uso do combustível melhorou mais de 12% em comparação a 2010; e 22 mil pares de cidades agora estão conectados por voos diretos, 1.300 mais do que em 2017 e o dobro dos 10.250 pares de cidades conectados em 1998. O custo real do transporte aéreo caiu mais da metade nos últimos 20 anos, para cerca de US$ 78 centavos por tonelada/quilômetro da receita. As companhias aéreas da região Ásia-Pacífico foram mais uma vez, as que transportaram o maior número de passageiros em todo o sistema e a América Latina foi responsável por 6,9% do mercado registrando 302,2 milhões de passageiros, aumento de 5,7% em relação a 2017. Os volumes de carga aérea tiveram aumento modesto durante o ano passado, seguindo a tendência do comércio global. Em termos gerais, a tonelada de carga por quilômetro aumentou 3,4% versus 9,7% em 2017. Com o aumento da capacidade de 5,2% em 2018, o fator de carga caiu 0,8 ponto percentual, atingindo 49,3%. O relatório completo pode ser visualizado no endereço www.iata.org/wats.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn