Marinha da Índia quer um substituto nacional para o MiG-29K

 

A feira internacional AeroIndia 2021 começou ontem (03/04), e um dos destaques é no estande da DRDO (Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa), um mock-up do projeto de caça bimotor baseado em porta-avioes, ou TEDBF por sua sigla em inglês, cujo lançamento está previsto para 2026.

Ele está sendo projetado com características stealth, particularmente no espectro frontal, como evidenciado pelo design facetado do nariz e entradas de ar. Também utilizará um grande número de materiais compostos, que reduzem a assinatura do radar e reduzem o peso vazio da aeronave.

De acordo com o folheto informativo que acompanha o modelo, a aeronave será equipada com armas desenvolvidas predominantemente pela Índia. Terá uma velocidade máxima de Mach 1,6, teto de serviço de 60.000 pés (18.200 metros). Seu peso máximo de decolagem será de 26 toneladas (maior que o do MiG-29 e Rafale, porém menor que o Super Hornet), uma envergadura de 11,20 metros, uma envergadura dobrada de 7,20 e um comprimento de 16,30 metros.

A sua propulsão deverá ser de 2 turbofans General Electric F414-GE-INS6 de 98 kn a plena potência cada um, o que juntamente com a estrutura leve que está desenvolvendo, permitiria ao TEDBF transportar cerca de 9 toneladas de cargas externas.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn