Primeiro estudo de emissões de combustível de aviação 100% sustentável

 

Uma equipe de especialistas aeroespaciais lançou o primeiro estudo mundial de emissões em voo usando combustível de aviação 100% sustentável (SAF) em uma aeronave comercial de passageiros de fuselagem larga.

A Airbus, o centro de pesquisa alemão DLR, a Rolls-Royce e o produtor de SAF Neste se uniram para iniciar o projeto pioneiro de ‘Emissão e Impacto Climático de Combustíveis Alternativos’ (ECLIF3), analisando os efeitos de 100% SAF nas emissões e desempenho das aeronaves.

Os resultados do estudo – a ser realizado no solo e no ar usando uma aeronave Airbus A350-900 com motores Rolls-Royce Trent XWB – apoiarão os esforços atualmente em andamento na Airbus e Rolls-Royce para garantir que o setor de aviação esteja pronto para o uso em larga escala de SAF como parte de uma iniciativa mais ampla para descarbonizar a indústria.

Testes de motor de liberação de combustível, incluindo um primeiro voo para verificar a compatibilidade operacional do uso de 100% SAF com os sistemas da aeronave, começaram nas instalações da Airbus em Toulouse, França, esta semana. Estes serão seguidos pelos testes de emissões de voo inovadores com início em abril e retomada no outono, usando o "avião paquera" Falcon 20-E do DLR para realizar medições para investigar o impacto das emissões do uso de SAF. Enquanto isso, outros testes de solo medindo as emissões de partículas estão definidos para indicar o impacto ambiental do uso de SAF nas operações aeroportuárias.

Os testes de vôo e de solo irão comparar as emissões do uso de 100% SAF produzido com tecnologia HEFA (ésteres hidroprocessados ​​e ácidos graxos) com as do querosene fóssil e querosene fóssil com baixo teor de enxofre.

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn