Primeiro voo do Airbus Racer só em 2022

 

A Airbus Helicopters está adiando o primeiro voo de seu composto Racer – que significa helicóptero rápido e econômico – para 2022. Um porta-voz da empresa disse que o atraso foi resultado da "desaceleração de várias linhas de produção causada pela pandemia".

A montagem dos principais subconjuntos começou no ano passado, e o porta-voz disse que a Airbus Helicopters deve realizar a montagem final do veículo "nas próximas semanas".

O Racer foi projetado para voar quase duas vezes mais rápido que um helicóptero convencional, com velocidades de cruzeiro de até 405 km/h (220 nós). A aeronave é derivada do programa de pesquisa H2020 da Comissão Europeia como parte da iniciativa Clean Sky 2.

A aeronave utiliza dois motores Safran Aneto-1X de 2.500 shp que fornecem 25% a mais de potência do que os motores de tamanho semelhante. Uma redução de até 15% na queima de combustível pode ser alcançada quando um dos dois motores é colocado em modo de espera durante o voo de cruzeiro, uma configuração que Safran chama de "Modo Eco".

Foto: Airbus

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn