SITA está acelerando a inovação nas comunicações de ATC

Programa mais recente implementou as tecnologias a bordo de um Boeing 777-200 e testa um total de 50 projetos diferentes

A empresa de tecnologia SITA está acelerando a inovação nas comunicações de controle de tráfego aéreo (ATC), como parte do programa ecoDemonstrator da fabricante Boeing, juntamente com os principais parceiros do setor, incluindo a NASA e a companhia aérea Etihad. O programa testa tecnologias pioneiras e promissoras que visam solucionar os desafios do setor de transporte aéreo para companhias aéreas e passageiros, além de melhorar a sustentabilidade. O sistema mais recente implementou as tecnologias a bordo de um Boeing 777-200 e testa um total de 50 projetos diferentes. O envolvimento da empresa no programa destaca a força de seu portfólio SITA for Aircraft que conecta aeronaves, fornecendo serviços que permitem a comunicação entre aviões, sistemas terrestres, ATC e outros operadores. A empresa está trabalhando em colaboração com a Honeywell para otimizar a transmissão de informações digitais entre pilotos, ATC e centros de operações aéreas (AOC) usando o Internet Protocol Suites (IPS). A tecnologia ajuda no projeto da Boeing de testar soluções que se concentram no aprimoramento das operações e segurança de voo, com o potencial de melhorar drasticamente as comunicações ATC e as trocas de dados de ponta a ponta. Após a conclusão de testes bem-sucedidos, a migração dos protocolos Aircraft Communication Addressing and Reporting System (ACARS) para o IPS poderia beneficiar as transportadoras aéreas, oferecendo sinergia nos principais canais de comunicação, bem como compatibilidade de rede e segurança aprimorada. O teste da SITA desses recursos, por meio da iniciativa ecoDemonstrator da Boeing, tem um papel importante a desempenhar no cenário de conectividade terra-ar de hoje e na crescente pressão nos protocolos de comunicação tradicionais. A implementação faz parte do trabalho da empresa para desenvolver um ecossistema de comunicações multilink de aeronaves, como o IPS. O ponto central dessa abordagem é a capacidade da SITA de integrar várias redes, proprietárias e de terceiros, permitindo fallback contínuo e um sistema vital que inspira confiança em todo o setor. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn