Tecnologia eVTOL ‘Ainda não existe’

 

Um executivo sênior da Airbus Helicopters expressou ceticismo na semana passada de que a aeronave de passageiros eVTOL seria colocada em operação comercial em breve. Romain Trapp, presidente da Airbus Helicopters Inc. – o braço norte-americano do fabricante de helicópteros – disse aos participantes de um webinar da Helicopter Association International (HAI) que “nós, como uma indústria, temos que aprender e esperançosamente encontraremos em algum ponto, uma tecnologia revolucionária – que não vejo hoje, aliás.”

Trapp disse que pode levar “décadas” até que as aeronaves eVTOL sejam integradas a um ambiente de mobilidade aérea avançada (AAM). “O que todos nós queremos ver como uma indústria é alguma tecnologia revolucionária que nos trará um passo adiante”, ele explicou. “A tecnologia ainda não existe. O que todos queremos é poder fazê-lo com o mais alto nível de segurança, porque é disso que se trata o nosso setor. Há uma grande lacuna entre voar quando não há ninguém ao seu redor e voar em um ambiente onde há outras.”

Trapp apontou os veículos experimentais Vahana e City Airbus de demonstração eVTOL da Airbus como exemplos do compromisso contínuo da empresa com a AAM. “Aprendemos muito sobre o que [eVTOL] pode e não pode fazer. Investimos muito dinheiro e continuaremos a fazê-lo”, afirmou.

Quando os eVTOLs chegam ao mercado, Trapp os vê como complementares, em oposição a substituições para os helicópteros tradicionais. “Tudo de [AAM] é complementar”. Trapp disse que é improvável que os eVTOLs possam substituir os helicópteros convencionais quando se trata de certos tipos de operações, como busca e resgate. “Quando veremos uma operação de içamento com um eVTOL?” ele perguntou retoricamente. “Ainda temos um longo caminho a percorrer.”

Foto: Divulgação

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn