Tráfego de passageiros na América Latina e no Caribe diminuiu 95,8% em maio

De acordo com a ALTA, apenas os mercados do México, Chile e Brasil estiveram operacionais e mesmo assim apresentaram reduções de mais de 90% no movimento

A Associação de Transporte Aéreo da América Latina e do Caribe anunciou que as companhias aéreas que operam na região transportaram 1,5 milhão de passageiros em maio ou 95,8% menos que no mesmo período do ano anterior, número representado por 33.540.984 menos viajantes. O tráfego diminuiu 97,2% e a capacidade 94,2%, elevando o fator de ocupção para 40% ou 42,9 pontos percentuais a menos do que no mesmo mês de 2019. Como em abril, apenas os mercados do México, Chile e Brasil estiveram operacionais e mesmo assim, apresentaram reduções de mais de 90% no tráfego de passageiros. No acumulado do ano, já houve uma queda de 42,3%, uma redução de 76 milhões de passageiros, o que representa uma perda de receita de mais de US$ 15 bilhões para as transportadoras da região. Foto: Bruno Orofino 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn