Airbus prevê forte crescimento no mercado de aviões em 20 anos

  • Notícias
  • Airbus prevê forte crescimento no mercado de aviões em 20 anos

Mais de 17.300 novos aviões de passageiros e cargueiros no valor de 1,9 trilhões de dólares serão necessários no mundo entre 2004 e 2023, de acordo com as últimas projeções do Airbus Global Market Forecast.
A Airbus prevê que mais de 16.600 novos aviões de passageiros de mais de 100 lugares serão necessários nos próximos 20 anos, criando uma média de 830 unidades entregues por ano. Esta necessidade se reflete num crescimento que triplicará o tráfego de passageiros em relação a hoje, com um aumento anual de 5,3% de passageiros-quilômetros e a substituição de 9.200 aeronaves de passageiros menos eficientes até 2023.
A carga aérea deverá crescer ainda mais rapidamente, com as toneladas.quilômetros aumentando a uma taxa anual de 5,9% naquele período, gerando a necessidade de mais de 700 cargueiros novos e de 2.400 convertidos.
Este período inclui a maior recuperação de tráfego desde 1980 e enfatiza a resistência do setor aos recentes eventos mundiais. A região Ásia-Pacífico, com seu forte crescimento econômico, e com o impacto das empresas de baixos custos nos mercados domésticos, vai contribuir muito para o aumento de demanda. A Europa deverá liderar os passageiros.quilômetros existentes em 2023 (32%), seguida da Ásia-Pacífico (31%) e da América do Norte (26%). Para acomodar o crescimento do tráfego de passageiros, os vôos oferecidos e a quantidade de aviões em operação vão mais que dobrar nesses 20 anos, acompanhados do emprego de aviões maiores. Por isso, a Airbus prevê que o tamanho médio dos aviões vai crescer 20%, passando de 181 para 215 lugares no período. A demanda por viagens aéreas vai crescer através da criação de novas rotas e da consolidação dos grandes centros de tráfego. A maior parte do crescimento de tráfego será advindo da concentração de população, da riqueza e das atividades industriais assim como de baixas tarifas.
Serão necessários no período cerca de 1650 aviões novos, de grandes dimensões, para passageiros e cargueiros correspondendo a 22% do total e no valor de 416 bilhões de dólares. Este total inclui 1.250 aviões de passageiros com mais de 450 lugares, dos quais mais da metade vai servir centros com alta densidade de população na região Ásia-Pacífico. Maiores, mais espaçosos e mais econômicos, os novos aviões de grande porte vão atender à crescente demanda por viagens aéreas apesar do congestionamento no ar e no solo, enquanto seus custos de operação mais baixos vão permitir que os operadores respondam às crescentes concorrências e demanda sensível a preços. As necessidades de aviões de dois corredores vai continuar a crescer fortemente, provocando a adição de 4.450 unidades desta categoria no valor de 682 bilhões de dólares, ou 38% do mercado total de aviões. As aeronaves desse porte vão operar em etapas médias e curtas como os A330 assim como rotas longas como os A350 e A340. Cerca de 2/3 das aeronaves dessa classe vão ser entregues a empresas da Europa e Ásia-Pacífico, estimuladas pelo aumento do turismo e dos negócios internacionais. Dentro dessa classe de aviões, cerca de 3.100 unidades serão de 250 a 350 lugares, que é um mercado objetivado pelos A330 e A350. Os aviões de um corredor e mais de 100 lugares vão continuar dominando as frotas de aviões de passageiros, totalizando 15.100 unidades em operação em 2023. Mais de 10.900 aviões novos dessa classe no valor de 761 bilhões de dólares serão necessários nas próximas duas décadas. Mais de 2/3 dessas aeronaves serão destinadas aos EUA e Europa com populações mais dispersas, e as empresas de baixos custos da Ásia-Pacífico se constituindo em outro importante fator de demanda. Na área de aviões cargueiros, serão necessárias 3.100 aeronaves, devido principalmente aos crescentes fluxos de tráfego da Ásia e à retirada de 2/3 dos modelos atualmente em operação. Mas, cerca de 3/4 dessa demanda serão satisfeitos por aviões convertidos. O segmento de cargueiros grandes vai ter o crescimento mais forte no período, e deverá contar com mais da metade da quantidade e 2/3 do valor. O Airbus Market Forecast analisa o desenvolvimento do tráfego mundial assim como a evolução de frota anual de 309 das maiores empresas aéreas e 121 subsidiárias, além de 131 empresas cargueiras nos próximos 20 anos, levando em conta fatores importantes e a dinâmica que influenciam o crescimento do sistema de transporte aéreo. 16/12/04

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn