Argentina destina verba para compra de caça paquistanês

O Ministério da Defesa da Argentina divulgou hoje que solicitou a inclusão no orçamento do próximo ano para gestão de crédito de até 664 milhões de dólares para a aquisição de 12 caças JF-17A Block III, de origem paquistanesa e chinesa. O destino do financiamento segundo a Força Aérea Argentina está mesmo voltado para o projeto de aquisição de 10 aviões de assento único e dois na versão biplace.

O modelo está em operação desde 2007, e apenas três forças aéreas utilizam o modelo, liderados pelo Paquistão com 138 aviões, 3 com a Nigéria e 7 com Myanmar. Com velocidade máxima de 1.910 km/h, tem alcance de 1.320 quilômetros e teto operacional de 55 mil pés de altitude. É equipado com um motor Kilmov RD-93 e pode receber conjunto de mísseis e bombas dos mais variados tipos.

Depois da aposentadoria dos Mirage em 2015, a FAA deixou de possuir jatos supersônicos para cobrir a defesa aérea do país. Segundo consta, a Rússia também estaria oferecendo seus jatos de última geração para o país latino-americano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn