Aviação doméstica cresceu 11,9% em 2004

Dados apurados pelo DAC e divulgados pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA) mostram que o panorama da aviação comercial no Brasil ficou menos sombrio em 2004. No comparativo com 2003 o volume médio de passageiros transportados cresceu 11,9% nas linhas domésticas e 12,2% nas internacionais. Houve ainda avanço na taxa de ocupação dos vôos. A média foi de 66% nas rotas domésticas (contra 60% em 2003) e de 76% nas internacionais (contra 75% no ano anterior). No último mês de 2004 foram alcançados índices de 71% nos serviços domésticos e de 72% nos internacionais. Os números mostram ainda que as companhias aéreas ajustaram a oferta à demanda. A oferta de assentos teve expansão de 2,5% nas rotas domésticas e de 7,1% nas internacionais. Os resultados apurados são os melhores dos últimos três anos, especialmente na comparação com 2003.A expectativa do SNEA para 2005 é de continuidade do atual ritmo de expansão, com cerca de 8% de crescimento médio no volume de passageiros transportados. A previsão é baseada na estimativa de aumento de 5% do Produto Interno Bruto (PIB). O transporte aéreo costuma crescer em média duas vezes o avanço deste índice.
10/01/05 Foto: Flávio Marcos de Souza

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn